A voz da tília... Florbela Espanca


Poetisa portuguesa que muito amo... é dela a frase que muito uso: saudades acabadinhas de colher... (trocadilho entre saudade sentimento e a flor saudade...amo demais tudo isso) ..lendo descubro que a Tília é ûma árvore/flor que significa beleza e cura .. como uma pessoa que sofreu tanto pôde colocar o sofrimento em algo tão lindo? Alma de poeta mesmo...


Diz-me a tília a cantar: “Eu sou sincera,
Eu sou isto que vês: o sonho, a graça;
Deu ao meu corpo, o vento, quando passa,
Este ar escutultural de bayadera…

E de manhã o sol é uma cratera,
Uma serpente de oiro que me enlaça…
Trago nas mãos as mãos da Primavera…
E é para mim que em noites de desgraça

Toca o vento Mozart, triste e solene,
E à minha alma vibrante, posta a nu,
Diz a chuva sonetos de Verlaine…”

E, ao ver-me triste, a tília murmurou;
“Já fui um dia poeta como tu…
Ainda hás-de ser tília como eu sou…”

Flores no dia de todos/todas !

Comentários

Leonardo Perin disse…
Tília é uma planta linda!!!

Me faz lembrar mt de Roma...a minha rua era cheia delas...

Outro lugar me lembra eh Berlim...por causa da Unten den Linden [Sob as Tílias]...aquela rua linda que dá direto nos Portões de Brandenburg e que leva à Alexanderstraße que é a Via Condotti ou a Melrose Place de Berlim.
Lany disse…
Eu não conhecia a planta só depois do poema ... ela deve ser maravilhosa ao vivo...
Ai sais

Postagens mais visitadas deste blog

Explicando o filme Presságio

Da série explicando símbolos judeus: hoje o CHAI

O amor não tira férias (the holiday) e Arthur Abbot ...e filmes antigos...